Produção paralela à Rede

Lançamentos em 2017

ABDENUR, A. e HAMANN, E. (2017). “O Futuro das Operações de Manutenção da Paz das Nações Unidas: uma perspectiva brasileira“. Nota Estratégica 25. Rio de Janeiro: Instituto Igarapé.

ABDENUR, A. e HAMANN, E. (2017). “The Future of United Nations Peacekeeping Operations from a Brazilian Perspective“. Strategic Note 25. Rio de Janeiro: Igarapé Institute.

ABDENUR, A., e CARVALHO, G. (2017) “Prevention at the UN“. In: Global Peace Operations Review. Annual Compilation 2016. New York: Center on International Cooperation.

ABDENUR, A.E. (2017) “What Can South-South Cooperation do for International Peace?  Brazil´s Role in Haiti and Guinea-Bissau”  International Negotiation, Volume 22, Number 3, pp 451-472.

CALL, C. & ABDENUR, A.E. (2017) “A ‘Brazilian Way’?  Brazil’s approach to peacebuilding”  in Call, C and de Coning, C (Eds) Rising Powers and Peacebuilding: Breaking the Mold? New York: Springer.

CONING, ABIOLA, HAMANN & DWAN (2017). “The Large Troop-Contributing Countries”. English. Co-author with de Coning, Abiola and Dwan. In: de Coning, Aoi and Karlsrud (eds.), UN Peacekeeping Doctrine in a New Era: Adapting to Stabilisation, Protection and New Threats. Routledge.

HAMANN, E. P. (2017) “À Margem do Perigo: preparo de civis brasileiros para atuação em países instáveis“. Instituto Igarapé: Nota Estratégica 27.

KUELE, G. e CEPIK, M. (2017) “Intelligence Support to MONUSCO: Challenges to Peacekeeping and Security” The International Journal of Intelligence, Security, and Public Affairs, v.19, n.1, p.44-68.

MUGGAH, R. (2017). “The UN has a plan to restore international peace and security – will it work?“. In: Global Peace Operations Review. Annual Compilation 2016. New York: Center on International Cooperation.

RIBEIRO, K. PCARVALHO, H.O.; PORTELLA JR., J.C. (2017) O papel das mulheres na reconstrução de sociedades pós-conflitos . Relações Internacionais no Mundo Atual, v.1, n.23, UNICURITIBA.

RIBEIRO, K. P.; ZENONI, M.T. (2017) A epistemologia política da Organização das Nações UNidas: as missões de paz e a democracia deliberativa de Jürgen HabermasRelações Internacionais no Mundo Atual, v.1, n.23, UNICURITIBA.

 

Lançamentos em 2016

ABDENUR, A.E. (2016) “Rising Powers in Stormy Seas: Brazil and the UNIFIL Maritime Task Force”  International Peacekeeping vol. 23, number 3, pp 389-415.

AGUILAR, Sérgio Luiz Cruz. “A Situação Jurídica das Operações de Paz das Nações Unidas“. Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, n. 68, p. 685 – 706, jan./jun. 2016.

CEPIK, M. e KUELE, G. (2016) “Inteligência em Operações de Paz da ONU: Déficit Estratégico, Reformas Institucionais e Desafios Operacionais” DADOS, v.59, n. 4, pp. 963-993.

CEZNE, E. & HAMANN, E.P. (2016). “Brazilian Peacekeeping: Challenges and Potentials in Turbulent Landscapes at Home and Internationally“. PRIO Policy Brief, 22. Oslo: PRIO.

HAMANN, E.P. (2016). “Força de uma Trajetória: o Brasil e as operações de paz da ONU (1947-2015)“. Military Review, jun-set.2016.

 

Lançamentos em 2015

AGUILAR, Sérgio Luiz Cruz. “A participação do Brasil em Operações de Paz: passado, presente, futuro“. Brasiliana (Londres), v.3, p.113-141, 2015.

AGUILAR, Sérgio Luiz Cruz. “Operações de Paz: novos mandatos e suas implicações para os países contribuintes com tropas“. História e Cultura, v.4, p. 254-276, 2015.

HAMANN, E.P. (2015). “Reforma do Conselho de Segurança: visão de mundo e narrativas do Brasil“. Military Review, out-dez 2015.

 

Lançamentos em 2014

ABDENUR, A.E. e NETO, D (2014) “Rising Powers and the Security-Development Nexus: Brazil’s Engagement with Guinea-Bissau”  Journal of Peacebuilding & Development Vol. 9, Number 2, pp. 1-16.

 

Anúncios