GT2 – uso da força

O GT2 analisa o uso da força nas operações de paz utilizando, inicialmente, o caso do Brasil e a MINUSTAH. Dessa forma, analisa a percepção do governo/diplomacia, dos militares e da academia sobre o uso da força, englobando os níveis político, estratégico e operacional/tático. Nesse último, analisa o emprego do uso da força pelo contingente brasileiro da MINUSTAH. A pesquisa utiliza fontes primárias e secundárias e diversas técnicas (entrevistas, questionários, trabalho de campo) para verificar se há uma maneira peculiar brasileira de usa a força nas operações de manutenção da paz. O trabalho inclui a percepção de outros atores sobre como a força foi utilizada pelos brasileiros, o impacto do uso da força sobre o espaço sócio-político haitiano e as relações entre as tropas brasileiras e a sociedade civil local.

Anúncios